domingo, 30 de dezembro de 2012

Máscara de Ferro


Pela internet, em meus passeios em chats e redes sociais, vejo tantos com máscaras.
Máscaras internas e não adornos. Expressam algo que não são, intenções diferentes do que verbalizam, mas se esquecem de que uma hora os gestos gritarao mais do que suas palavras!

Por que não ser você? Por que não ser sincero com você mesmo? Por que não ser sincero com o outro? A pior dor é a da mentira.
A sensação de tempo perdido é lastimável.

E a única coisa de positiva nisso tudo é chegar ao final e ter a desilusão!
Mas como ver a desilusão como algo bom? Ora, porque o próprio nome diz: você sai de uma ilusão. É melhor um remédio amargo que resolva o problema que ficar fugindo dele.

Enfim....vou deixar a letra desta música da Pitty que tem tudo a ver com o que falei e com as pessoas que no cotidiano ficam em seus conflitos internos, se sufocando para mostrar algo que não são, que não está em sua natureza, mas por questões de agradar a família e se adequar ao que a sociedade espera delas, acabam tendo que usar sua máscara de ferro!
Máscara
Pitty
Diga, quem você é me diga
Me fale sobre a sua estrada
Me conte sobre a sua vida
Tira, a máscara que cobre o seu rosto
Se mostre e eu descubro se eu gosto
Do seu verdadeiro, jeito de ser
Ninguém merece ser só mais um bonitinho
Nem transparecer, consciente, inconsequente
Sem se preocupar em ser adulto ou criança
O importante é ser você
Mesmo que seja estranho, seja você
Mesmo que seja bizarro, bizarro, bizarro
Mesmo que seja estranho, seja você
Mesmo que seja
Tira, a máscara que cobre o seu rosto
Se mostre e eu descubro se eu gosto
Do seu verdadeiro, jeito de ser
Ninguém merece ser só mais um bonitinho
Nem transparecer, consciente, inconsequente
Sem se preocupar em ser adulto ou criança
O importante é ser você
Mesmo que seja estranho, seja você
Mesmo que seja bizarro, bizarro, bizarro
Mesmo que seja estranho, seja você
Mesmo que seja...
O meu cabelo não é igual
A sua roupa não é igual
Ao meu tamanho, não é igual
Ao seu caráter, não é igual
Não é igual, não é igual, não é igual
I had enough of it
But I don't care
I had enough of it
But I don't care
I had enough of it
But I don't care
I had enough of it
But I don't care
Diga quem você é, me diga
Me fale sobre a sua estrada
Me conte sobre a sua vida
E o importante é ser você
Mesmo que seja estranho, seja você
Mesmo que seja bizarro, bizarro, bizarro
Mesmo que seja estranho, seja você
Mesmo que seja bizarro, bizarro, bizarro
Mesmo que seja estranho, seja você
Mesmo que seja bizarro, bizarro, bizarro

Pra ser sincero

Para os que magoaram e  usaram de palavras e atos gentis pra destilar falsidade.

O veneno está sendo diluído dia após dia, porque a vida me ensinou e me empurra a superá-lo.

O veneno vai embora junto com 2012.

São lições que a vida deixa. 

Então, para que guardar mágoa?

Não vale a pena, pois isso é dar relevância demais a essas pessoas, que NADA merecem de mim.

Amar si mesmo é também superar as mágoas, é também se libertar das lembranças ruins para poder sarar as feridas.

Ao pensar neste assunto, ao relembrar os fatos deste ano, me lembrei dos trechos da música "Pra ser sincero " - Engenheiros do Hawaí.

"Pra ser sincero não espero de vc mais do que educação, beijo sem paixão, crime sem castigo, aperto de mãos, apenas bons amigos (...) Um dia desses, num desses encontros casuais, talvez, a gente se encontre, talvez encontre explicação, talvez diga, minha amiga, pra ser sincero, prazer em ve-la até mais..."




sábado, 22 de dezembro de 2012

Que seja um Natal Feliz de Reflexão


Enquanto alguns estão inebriados com os brilhos da árvore de natal da Lagoa Rodrigo de Freitas,
Enquanto outros estão andando atabalhoados nos shoppings,
Enquanto outros tantos estão na preocupação com o que vão servir no dia de Natal para seus convidados,
Enquanto crianças são estimuladas a fazer pedidos a papai noel e depois tiram foto com o bom velhinho.

E as casas estão com suas árvores de natal.
Há 2 mil anos, um menino nasceu numa manjedoura, pois não havia para Maria e José, seus pais, hospedaria.
Manjedoura que fica numa estrebaria, lugar aonde ficam cavalos, vacas....
Alguém pode imaginar esse lugar? e o seu cheiro?
Menino, Filho Unigênito, nasceu neste lugar!
Apenas os pastores das proximidades do lugar e depois os Reis Magos foram visitar o menino Deus, Jesus, o Emanuel, o Deus Conosco.
E assim, olho o Natal. Sem pisca piscas, sem árvores, com pânico de estar num shopping lotado, sem tanta preocupação com o que vai ser o alimento (porque graças a Ele e conforme ensinou, quando adulto:
"Não se preocupem com sua própria vida quanto ao que comer ou beber; nem com seu próprio corpo, quanto ao que vestir. Não é a vida mais importante que a comida? (....) Observem as aves do céu: não semeiam nem colhem nem armazenam em celeiros; Contudo, o Pai Celestial as alimenta. Não têm vocês muito mais valor do que elas? Quem de vocês, por mais que se preocupe, pode acrescentar uma hora que seja à sua vida?"
É...quantas lições Ele deixou, quantas eu espero mais do que compreender, aplicar!
Que esta época, seja para você única, de busca de comunhão com Ele, deixando de lado os barulhos exteriores.
Afinal, Ele é o aniversariante! Celebremos na simplicidade do coração.
Feliz Natal para todos.
Espero que gostem deste louvor:


Amazing Grace - tradução:
Maravilhosa Graça
Maravilhosa Graça, Oh quão doce é o som
Que salvou um miserável como eu
Eu estava perdido, mas agora eu me encontrei
Eu estava cego, mas agora eu vejo.
Quando estivermos lá há 10 mil anos,
Brilhantes como a luz do sol,
Não teremos menos dias para cantar louvores a Deus
Do que quando, quando começamos no princípio
Por muitos perigos, labutas e armadilhas,
Eu já passei
A graça de Jesus me trouxe seguro, tão distante,
E a graça me levará para casa.
Maravilhosa Graça, Oh quão doce é o som
Que salvou um miserável como eu
Eu estava perdido, mas agora eu me encontrei
Eu estava cego, mas agora eu vejo.

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Domina e Slave - Retrato 3X4 - É preciso Relaxar


 Domina diz ao seu Slave: 
Você quis se entregar aos meus caprichos de tão boa vontade.
Venha, porque agora seu corpo é meu. 
Venha, porque agora meu desejo é o seu. 
Preciso relaxar!
Ande, slave, vá para aquele X, que é o seu lugar!
Obediente e em silêncio ele vai, fica de costas para ela, imaginando o que lhe espera. 
Calmamente, os olhos do escravo são vendados pela Domina. 
E ela diz: 
Vendo seus olhos e desperto seus sentidos, seus desejos.
Domina, pega o chicote de tiras, começa a perceber a respiração do seu brinquedo um pouco mais acelerada. 
Era o suspense.  
Ele escuta o barulho dos saltos da Sua Domina indicando que está próximo dele. 
Em seguida, ele sente o cabo do chicote passeando pelo seu corpo...o limite do passeio foram as ancas...roçar o cabo naquelas ancas atraentes. 
Com um leve sorriso no rosto, Domina arranha as costas do seu slave, enquanto observa a respiração dele, arrepios e o sexo começando a se excitar. 
(silencio)
Slept! primeira chicotada nas costas...
Slept! segunda chicotada na bunda....
Geme, escravo, geme!
risos de prazer da Domina entre uma chicotada e outra que surgem....
Ela o chicoteia até considerar que está suficientemente tranquila e satisfeita. 
Depois, ela senta confortavelmente num sofá e fico observando ele preso naquele X, suor pingando, sexo denunciando o prazer que sentia e alguns espasmos que surgiam, enquanto bebe taças de vinho suave bem gelado, conforme tanto gosta. 
Após alguns longos minutos, slave volta a ouvir o barulho dos saltos altos na sua direção.
finalmente é solto...
Venha! e me agradeça, escravo!
Imediatamente, ele se coloca aos pés da Sua Senhora e agradece com fervor. 
Enquanto, Domina em pé se sente satisfeita, fez tudo o que lhe dá prazer. 
Finalmente, relaxada após um dia estressante.