sexta-feira, 27 de abril de 2012

13 de Maio de 1888 - 13 de Maio de 2012

E neste dia, conforme consta na História do Brasil, foi assinada pela princesa Isabel a lei áurea, "Abolição da Escravatura".
124 anos depois, ainda vejo negros nas ruas, sem emprego formal, largados a própria sorte como seus antepassados, sem ou com parco acesso as políticas públicas estabelecidas na Carta Magna.
Não há mais capitães do mato nem o tronco, mas os negros, em especial os jovens, continuam sendo os maiores alvos da violência e da morte.
Quando será que a liberdade e igualdade acontecerá de fato para o negro neste país?
Quando ocorrerá o fim da hipocrisia nas expressões: "Ele é negro de alma branca? ou Não existe racismo no Brasil!"
Estarei eu viva para ver os primeiros sinais?
Até lá, deixarei uma música que retrata um pouco do ontem e do hoje do negro, eternizada na voz do Sr.José Bispo Clementino dos Santos, o Jamelão.



100 Anos De Liberdade - Realidade Ou Ilusão?
Será...
Que já raiou a liberdade
Ou se foi tudo ilusão



Será...
Que a lei Áurea tão sonhada
A tanto tempo assinada
Não foi o fim da escravidão

Hoje dentro da realidade
Onde está a liberdade
Onde está que ninguém viu

Moço...
Não se esqueça que o negro também construiu
As riquezas do nosso Brasil

Pergunte ao criador
Quem pintou esta aquarela
Livre do açoite da senzala
Preso na miséria da favela


Sonhei....
Que Zumbi dos Palmares voltou
A tristeza do negro acabou
Foi uma nova redenção

Senhor..
Eis a luta do bem contra o mal
Que tanto sangue derramou
Contra o preconceito racial

O negro samba
Negro joga capoeira
Ele é o rei na verde e rosa da Mangueira 


quarta-feira, 25 de abril de 2012

Baila comigo?

Julius Caesar ,
sinto saudades de vc,
do seu sorriso,
do seu carinho,
do seu aconchego,
de cada mimo .
Não vejo a hora de te encontrar novamente,
estou só na contagem dos dias....
Vim aqui para te dizer que te quero,
e expressar o quanto a distância e o futuro me inquietam,
mas não desisto...
Enquanto tiver fôlego, caminharei, mergulharei, lutarei por nós...
Perdoe se minhas palavras são simples demais,
mas não vem nada em minha mente de rebuscado,
prefiro apenas te dizer o que está em meu coração guardado.
Ao ouvir essa música, me lembrei de vc...
.....então baila comigo?


Musica:  I drove all night  (tradução)

Musica da Cyndi Lauper, cantada pela Celine Dion

Eu Dirigi A Noite Toda

Eu tive que fugir
A cidade estava pegajosa e cruel
Talvez eu devesse ter te ligado primeiro
Mas estava morrendo de vontade de ficar com você
Eu estava sonhando enquanto dirigia
Pela longa estrada em frente

Poderia provar seus doces beijos
Seus braços abertos
Esta febre por você está me queimando por dentro

Eu dirigi a noite toda para ficar com você
Está tudo bem?
Eu dirigi a noite toda
Rastejei em seu quarto
Acordei-o do seu sono
Para fazer amor com você
Está tudo bem?
Eu dirigi a noite toda

O que neste mundo
Nos impede de ficarmos separados?
Não importa aonde eu vou
Eu ouço a batida do seu coração

Eu penso em você
Quando a noite fica fria e escura
Ninguém mexe comigo
Como você faz
Nada apaga este sentimento que existe entre nós

Eu dirigi a noite toda para ficar com você
Está tudo bem?

Eu dirigi a noite toda
Rastejei em seu quarto
Acordei-o do seu sono
Para fazer amor com você
Está tudo bem?
Eu dirigi a noite toda

Poderia provar seus doces beijos
Seus braços abertos
Esta febre por você está me queimando por dentro

Eu dirigi a noite toda para ficar com você
Está tudo bem?

Eu dirigi a noite toda
Rastejei em seu quarto
Acordei-o do seu sono
Para fazer amor com você
Eu dirigi a noite toda... para abraçar você forte!

terça-feira, 24 de abril de 2012

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Um desabafo sobre o amor de Infância

Sempre direi a vc, meu querido, saudades...essa palavra não sairá do meu coração cada vez que me lembrar do seu sorriso, do seu bom humor, das suas implicâncias que no fundo não passavam de uma forma de mostrar seu interesse por mim.
Foi uma época boa que vivemos. Época das brincadeiras, dos piques, de pular corda e da inocência.
Guardo em meu coração a esperança de um dia te reencontrar na eternidade.
Guardo no meu coração a tristeza do adeus que não pude te dar. Lamento não ter te visto pela ultima vez.
A sua partida repentina me marcou demais, doeu muito. Só Deus sabe as lágrimas que derramei e as que tive que sufocar.
Saiba que não me esqueço da nossa ultima conversa e tenho feito dela uma força motriz na minha vida.
Para vc,  deixo a letra de uma música, que é tocada de forma tão empolgada e alegre, mas que no fundo é marcada pela tristeza e pela saudade.
Nunca vou te esquecer
Que os anjos estejam cuidando de vc, E.C.C.S...
....me espere,  ainda vamos nos reencontrar...
enquanto isso, a vida segue seu rumo, e dela não posso me furtar.
Viver intensamente esta é a minha meta,
e nessa vida me entregar de forma lúdica a insanidade para encontrar o sossego.

Gostava Tanto de Você

Tim Maia

Não sei porque você se foi
Quantas saudades eu senti
E de tristezas vou viver
E aquele adeus não pude dar...

Você marcou na minha vida
Viveu, morreu
Na minha história
Chego a ter medo do futuro
E da solidão
Que em minha porta bate...

E eu!
Gostava tanto de você
Gostava tanto de você...

Eu corro, fujo desta sombra
Em sonho vejo este passado
E na parede do meu quarto
Ainda está o seu retrato
Não quero ver prá não lembrar
Pensei até em me mudar
Lugar qualquer que não exista
O pensamento em você...

E eu!
Gostava tanto de você 

Eu gostava tanto de você!
Eu gostava tanto de você!
Eu gostava tanto de você!
Eu gostava tanto de você!

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Resistência e Perdão

Por causa dos abusos, nasceu a resistência.
Por causa da estupidez e das manchas no corpo, gritou a necessidade de verbalizar o que antes corroía a mente e a alma.
Por causa dos erros, tenho aprendido a duras penas a parturiar o perdão, mas isso não faço sozinha. Busco em Deus a capacidade de perdoar.
Após o perdão, a leveza no coração se torna perene. Só assim se sente em paz.
Então, deixo a minha dica: Não considere como tarefa de  Deus aquilo que você mesmo pode fazer. Apenas busque a Ele e terá ajuda na empreitada. 
Porque errar, brigar é humano e perdoar é simplesmente Divino!

"Não se deixem vencer pelo mal, mas vençam o mal com o bem"
(Romanos cap. 12, versículo 21)

Busque, então, com todas as forças o bálsamo do perdão para os outros e, principalmente, para si mesmo.

domingo, 15 de abril de 2012

Enfermo no leito

Fragilidade é a palavra chave.
Esse é o sentimento dominante,
tornar-se uma marca indelével na mente.


Sua nudez exposta,
Ser sem pudor é o melhor remédio.


Não adianta em demasia reclamar,
se não houver dor física.
Caso o contrário, a solidão irá assolar sua mente e seu coração.


Refém você se torna da Humanização,
de uma escuta mais apurada,
da bondade e do humor de outrem.


Mais do que paciente, espera-se de você um ser passivo.


Não desperte a antipatia deles!
Este é o meu aviso.


Corpo frágil,
acessos nas veias das mãos,
injeção no braço,
corpo no leito,
cansaço.

companheiro de enfermaria que vai embora,
Adeus, estimo melhoras!

Ainda maior assola a solidão.

Silêncio invade....

Em uma hora qualquer,
apenas o sensor de presença daquele banheiro te dá atenção.


E assim o o desejo de liberdade a cada hora fica  ainda mais latente,
só na alta você fica contente!


Agora, refeito, verá finalmente o sol lá fora,
a vida segue seu rumo.
Daqui pra frente, só Deus sabe o futuro.



Estava nu, e me vestistes;
Adoeci, e me visitastes
(Mateus cap. 25, versículo 36)

Versos Intimos - Augusto dos Anjos

Versos Íntimos

Vês! Ninguém assistiu ao formidável
Enterro de tua última quimera.
Somente a Ingratidão - esta pantera -
Foi tua companheira inseparável!

Acostuma-te à lama que te espera!

O Homem, que, nesta terra miserável,
Mora, entre feras, sente inevitável
Necessidade de também ser fera.

Toma um fósforo. Acende teu cigarro!
O beijo, amigo, é a véspera do escarro,
A mão que afaga é a mesma que apedreja.


Se a alguém causa inda pena a tua chaga,
Apedreja essa mão vil que te afaga,
Escarra nessa boca que te beija!


Augusto dos Anjos



Um pouquinho de mim

Acho que me acostumei a fazer em palavras retrato
palavras simples,
de rimas pobres,
definitivamente não sou como Olavo!

Contudo, busco emergir ao máximo a criatividade,
quanto aos temas, variedade
e até neologismos eu cavo.

É isso, um pouquinho de mim
que mostro aqui,
sem grandes pretensões,
apenas com o desejo de expressar o que vejo e o que sinto.




sábado, 14 de abril de 2012

Trechinho de um poema de Charles Chaplin

No ultimo capítulo da novela "Aquele Beijo" foi declamado um poema de Charles Chaplin, achei muito bacana, tudo a ver com os tempos atuais, pós modernos. Infelizmente, não tenho ainda o poema todo, mas consegui um trechinho. 
Se conseguir o poema todo, eu posto aqui. 

"Mais do que máquinas, precisamos de Humanidade...
Mais do que inteligência, precisamos de afeto e ternura.

domingo, 8 de abril de 2012

Em off line - Arrê égua, noite de cachorro!

Abro os olhos,
sinto dores,
barulhos de máquina
bip, bip, bip, bip...


Fios pelo corpo,
aferições de pressão,
acompanhamento das batidas do coração.


bip, bip, bip, bip


Arrê égua, droga de agulha!
estou no socorro,
que noite de cachorro!


e o barulhinho continua:

bip...bip...bip...bip...

Noite canina,
sem ter para onde ir,
noite longa,
acordada,
eis o retrato de um período no CTI!

Este ser humano está fora da área de cobertura, por favor, faça contato mais tarde, obrigada!

bip...bip...bip...bip...




terça-feira, 3 de abril de 2012

Samba lê lê revisitada e atualizada

Certo dia, estava em casa cantarolando cântigas do tempo de criança, algumas que a minha avó Juju cantava para mim.  Foram tantas cântigas que eu me lembrei que acabei me empolgando e dançando... 

Até comecei a cantar:

"Samba lê lê tá doente,
tá com a perna quebrada,
Samba lê lê precisava,
era de uma boa palmada,
Samba, samba, samba ô lê lê
Samba, samba, samba ô lá lá"

Até que, de repente, me deu um estalo!

Peraí, pára tudo!

Que negócio é esse de Samba lê lê apanhar?
Coitada! Se isso acontecesse, Samba lê lê além da dor da perna quebrada, iria chorar muito por essa dor e pela palmada!

Tá errado!

Então, em defesa da coitada da Samba lê lê que passou pelo infortúnio de quebrar a perna,
vou consolá-la,
fazendo uma cântiga revisitada e atualizada.

Saca só e vamos fazer um coral bem bonito!
Todo mundo uníssono:

"Samba lê lê tá doente,
tá com a perna quebrada,
Samba lê lê precisava,
ERA DE SER BEM TRATADA!!!!!!
e..... 
Samba, samba, samba ô lê lê
Samba, samba, samba ô lá lá"

(e assim vai...)

Se vc gostou,
Passe essa idéia adiante!
Porque tem muito samba lê lê querendo neste exato momento é carinho, ao invés de palmadas, xingamentos ou bofetadas.


Samba lê, lê melhoras,
muitos beijos e cheirinhos pra vc!

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Rir é o melhor remédio! - Extraído do Facebook

Estado Civil:
( ) Namorando.
( ) Casado.
( ) Solteiro.
(x) Mais cinco doses, por favor, com gelo e energético! Porque esse tipo de pergunta mexe com meu psicológico.


Fonte: Facebook - "Coisas que toda mulher inteligente deve saber"
-----------------------------------------------------------

Eu curti e gargalhei: Quem sabe com a ajuda do Jhonny Walker eu comece a elaborar a resposta a esta pergunta!

huahuahauahauahauaha

domingo, 1 de abril de 2012

Desabafo e a busca de Consolação

Há um texto que diz mais ou menos assim:

"Senhor, dai-me discernimento e sabedoria para diferenciar as coisas que eu posso mudar e aquelas que eu não posso mudar"

É isso o que quero, preciso disso pra continuar em frente.
Porque sei que sou de carne e osso,
porque sei que tenho qualidades e defeitos,
porque sei que sou pecadora e o caminho da santidade não é impossível, mas é longo...
terei eu fôlego e força para atravessar todo esse caminho?
Não sei, só Deus sabe.

Cantarolando no celular

Hoje eu liguei para o seu celular,
mas vc de birra não quis a minha ligação aceitar,
então uma idéia veio do nada:
Vou deixar uma serenata!

e...bip!
não resisti!

Serenata deixei,
minha voz caprichei,
para poder te encantar..ialá...ialá...

Quanto à ligação não atendida,
não me sinto ofendida,
fique tranquilo, não vou me magoar.

Pois sei que vc, negão, é assim,
quando sua saudade apertar, 
a teimosia irá acabar,
e ligará pra mim.